Quem não pode doar sangue?

Muita gente ainda tem dúvidas sobre quem pode e quem não pode doar sangue. Basicamente, as pessoas saudáveis com idade entre 16 e 69 anos e quem pesam acima de 50 kg podem realizar a doação. No entanto, existem impeditivos temporários e definitivos, como doenças, medicamentos, exames, cirurgias e tratamentos médicos.

Durante a triagem, os hemocentros seguem normas nacionais e internacionais, que são desenvolvidas para garantir a segurança do doador e do receptor. Aqui, trazemos os principais impeditivos da doação de sangue. No entanto, pode ser que alguma situação não esteja descrita na nossa listagem. Por isso, a recomendação é, em caso de dúvida, entrar em contato com o posto de coleta para colher informações extras.

Quem não pode doar

  • Pessoas com idade inferior a 16 anos ou superior a 69 anos. Importante: a primeira doação deve ter sido feita até os 60 anos, caso contrário, a pessoa não poderá doar;
  • Pessoas com peso inferior a 50 kg;
  • Pessoas que apresentarem anemia, hipertensão ou hipotensão, aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos ou febre no momento da triagem;
  • Gestantes e lactantes que deram à luz há menos de um ano.

Impeditivos temporários

  • 48 horas: pessoas que receberam vacinas com vírus ou bactérias mortos, toxóide ou recombinantes, como poliomielite, tétano, meningite, gripe, entre outras, devem esperar 2 dias;
  • 7 dias: pessoas que tiveram diarreia, gripe ou resfriado, conjuntivite, fizeram extração dentária ou tratamento de canal – a doação só poderá ser feita uma semana após a cura total dessas condições;
  • 2 semanas: depois de terminados tratamentos de infecções bacterianas (uso de antibióticos) e cura total de doenças como rubéola e erisipela, deve-se aguardar duas semanas para doar;
  • 3 semanas: caxumba e varicela são doenças que, depois de curadas, impedem a doação por cerca de 21 dias;
  • 1 mês: vacinas de vírus ou bactérias vivos e atenuados, como caxumba, febre amarela, sarampo, catapora, rubéola, etc.; dengue, cirurgia odontológica com anestesia geral e presença em locais onde há surto de febre amarela são impeditivos por aproximadamente 4 semanas;
  • 8 semanas: homens que doaram sangue devem aguardar dois meses para realizar uma nova doação;
  • 12 semanas: mulheres que doaram sangue devem aguardar dois meses e meio para realizar uma nova doação;
  • 3 meses: não podem doar por esse período pessoas que foram submetidas a apendicectomia, hemorroidectomia, hernioplastia, cirurgia de varizes e amigdalectomia;
  • 6 meses a um ano: pessoas que foram submetidas a cirurgias de médio ou grande porte e endoscopia, tiveram toxoplasmose ou febre amarela, fizeram tatuagem, piercing ou micropigmentação devem se informar no posto de coleta sobre o período correto de espera;
  • 12 meses: não podem doar por um ano pessoas que receberam transfusão de sangue e enxerto de pele, tiveram relação sexual sem proteção, tiveram sífilis ou gonorreia ou foram detidas por mais de 24 horas;
  • 5 anos: pessoas que tiveram tuberculose pulmonar.

Impeditivos definitivos

Você nunca poderá doar sangue se:

  • Tem HIV ou doença de Chagas;
  • Teve hepatite após os 10 anos de idade, malária, câncer, graves problemas em órgãos como coração, pulmão, rins ou fígado, tuberculose extra-pulmonar, elefantíase, hanseníase, leishmaniose visceral, brucelose, calazar ou esquistossomose hepatoesplênica;
  • Tem problemas de coagulação de sangue;
  • É diabético com problemas vasculares ou faz uso de insulina;
  • Se foi submetido a transplante de órgãos ou medula.

O Time do Sangue é uma startup do bem, que tem como principal objetivo agilizar o processo de doação de sangue fazendo com que as pessoas salvem, no mínimo, 4 vidas com apenas 1 clique. Basta baixar o app, agendar sua doação e comparecer ao hemocentro no horário marcado. Sem filas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*